HOMICÍDIO
Homem é executado a tiros no jardim Santa Marta em Leme.
Companheira da vitima também se feriu
16/03/2019 11h31Atualizado há 2 dias
Por: Rádio Leme FM
Fonte: Reporter Naressi / Alex Goiabinha
5.038
Foto: Alex Goiabinha/Agora É só noticia
Foto: Alex Goiabinha/Agora É só noticia

Um homicídio foi registrado no início da noite desta sexta-feira, 15, pelo policiamento de área da 4ª Cia. PM do 36º BMP/I, pela rua José Tamborim, Jardim Santa Marta, periferia da cidade de Leme/SP.

De acordo com os policiais militares Maróstica e Vansan, o homem morto foi identificado Danilo Amorim de Souza, natural da cidade de Leme, o qual contava com 25 anos de idade, onde segundo os registros junto ao sistema do PRODESP era foragido do CPP de Pacaembu, município que leva o nome do Sistema Prisional.

A mulher de 31 anos de idade, namorada do homem, informou a polícia que estavam na cidade cerca de 15 dias, onde no primeiro momento ficaram na casa de uma prima, sendo que três dias atrás Danilo alugou uma casa.

Segundo a mulher, se encontrava no quarto com o companheiro no momento do ocorrido, quando ela visualizou um homem com uma arma de fogo de porte grande (espingarda calibre 12), momento em que foi efetuado disparos contra Danilo, vindo estilhaços atingir seu pé e joelhos.

A mulher foi levada ao Pronto Socorro, onde foi medicada, sendo em seguida encaminhada para o plantão da Polícia Civil Judiciária, onde foi ouvida e dispensada. Ainda, de acordo com a mulher desconhecia se o companheiro tinha envolvimento com o mundo do tráfico, porém, salientou que ele ficava muito ao telefone. Na casa, a polícia apreendeu um caderno de anotações.

O foragido da Justiça, Danilo Amorim de Souza foi executado na cabeça com disparos de armas de fogo de calibres 12 e provavelmente de pistola 45, de acordo com informações.

De acordo com a matricula no Sistema Prisional, o homem teria dado entrada naquele Presídio no dia 27 de abril de 2018, quando tinha residência o munícipio de Araras/SP, mas se encontrava foragido.

O delegado de plantão Marcelo Marque de Oliveira esteve no local da execução, onde solicitou a presença da Polícia Técnica, sendo posteriormente, o corpo da vítima liberado para ser conduzido ao IML da cidade de Limeira/SP.

A polícia procura por suspeitos de terem praticado o assassinato, que tudo indica ser acerto entre criminosos, mas de uma coisa está certa, Danilo foi executado.

Este seria o primeiro homicídio do ano no município lemense, sendo que no ano de 2018 foram cometidos 15.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários